The Best Crazy Diary Part. 2

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

The Best Crazy Diary Part. 2

Mensagem por The Best Crazy em Sex Ago 02, 2013 10:04 pm

''Então, quem leu o que eu escrevo, quem lê o que escrevo, deve me achar uma retardada que ri de tudo; quem convive comigo deve me achar ou uma retardada que sorri pra tudo, ou uma antissocial que tenta não ser antissocial. Eu nem conheço direito as pessoas daqui. Por que eu estou escrevendo aqui? Sinceramente, eu não sei. Talvez, nesse post, pra fazer as pessoas me enxergarem?"


Desde bem pequena eu sempre fui a antissocial que nunca se encaixava nos padrões da sociedade; sempre, mesmo com 4 anos de idade, impus minha própria vontade e era meio que "revoltada"; muitos acharam, ainda acham, que era 'birra', que passaria. Na verdade, apenas cresceu! Eu vi a realidade, a crueldade humana na pele, eu fui abandonada, xingada, humilhada, maltratada. Mas sempre, após os sete anos, esbocei um sorriso em minha face, mesmo que falso.
Por que?
Pela falta de paciência de explicar para alguém o motivo de estar triste e séria.


Mesmo ainda com 12 anos, eu já sei de muita coisa, já vivi muita coisa; ninguém, ninguém tem o direito de dizer "Não! Você é uma criança para quem os pais não deram um presente de natal; está só de 'birra". Sim, eu vivi na pele muitas das coisas ruins da maldade humana, o abandono. Fui abandonada pela pessoa que me colocou no mundo, mas isso não vem ao caso, pois é bem mais pessoal.


Até agora, pela falta de tempo de existência no planeta, eu só conheci uma pessoa, além de minha família, em que posso confiar. Todos os outros com quem tentei me enturmar me traíram como serpentes; de todos os "amigos" que possuo agora, apenas um está entrando nos padrões de um amigo que não será traiçoeiro. Já fui magoada, mas também aprendi a magoar. 
"Sou como vidro; pode derrubar que eu quebro, mas se pisar eu corto"
Ah' Você que está lendo isso, não pense que estou mentindo, cada palavra desse relato é verídica.


Mas o que me leva a escrever isto em um site público, onde qualquer um, em exceção, pode ler e re-ler?
Nem mesmo eu sei disso, mas talvez seja para que me conheçam melhor e saibam com quem estão conversando...?


Quem sou eu?
Posso ser a Nerd, amigável, espontânea e sorridente que todos os meus "colegas" conhecem.
Também sou conhecida como a insensível garota de cabelos encaracolados que faz os outros sofrerem.
Mas, na verdade, sou apenas a Nerd, tímida, ignorada, que quer atenção e finge se enturmar para isso...


Talvez um dia tudo isso passe; talvez num tempo eu ria de tudo o que fiz/faço de errado; talvez, ao menos uma vez, permanecerei com a felicidade em meu alcance e não terei de fingir ser alguém que não sou.

Mas por que estou escondendo-me?
Se eu enfrento as consequências de ser alguém "alegre", imagine se descobrissem que, na verdade, sou melancólica e irônica...? Mas qualquer um que olhe em meus olhos, que sinta minha alma, que reveja meus atos, pode perceber quem realmente sou.
Isso tudo é um teste, um teste que estou enfrentando, ou que estou aplicando; um teste que resolverá meus atuais questionamentos... Mas creio que, daqui a alguns tempos,  minhas dúvidas aumentarão, minha vontade de resolvê-las estará no mesmo ritmo; então, que eu esteja preparada...

Talvez este seja apenas mais um dos textos que eu escrevo, talvez seja mais um desabafo, talvez...

_________________
avatar
The Best Crazy
Fooool
Fooool

Feminino  
Mensagens : 29
Data de inscrição : 31/07/2013
Idade : 16

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum